Material para estudo do INCRA Concurso 2010

INCRA

INCRA Concurso 2010O – O Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), abriu concurso que oferecerá 550 vagas para cargos de nível médio e superior. A seleção será organizada pelo Instituto Cetro.

Do total de vagas, 70 serão para o cargo de Técnico em Reforma e Desenvolvimento Agrário, que exige de Nível Intermediário. Já para quem possui nível superior pode concorrer para os cargos de Analista em Reforma e Desenvolvimento Agrário (250 vagas), Analista Administrativo (150) e Engenheiro Agrônomo (80). s remunerações indicadas no edital variam de R$ 2.254,64 a R$ 4.598,80.

Inscrições:

As inscrições poderão ser feitas dos dias 16 de abril a 6 de maio, pelo site da organizadora. A taxa de participação varia de R$ 30 a R$ 60.

Confira aqui o edital de abertura do concurso!


Lingua Portuguesa
Raciocínio LógicoLegislação Agrária
Desenvolvimento Rural
Informática
Noções de Direito Constitucional

Material complementar:

Título Tamanho
Este trabalho tem por objetivo estimar a demanda de terra para a reforma agrária no Brasil. 213 kb
A matemática da reforma agrária: 2 + 2 = 4,78
Estamos, infelizmente, reeditando uma guerra de números.
36 kb
A Reforma Agrária brasileira: concepções e controvérsias
Há 40 anos a reforma agrária estava no centro do debate nacional quando se discutia os rumos do desenvolvimento do país.
18 kb
A Reforma Agrária é viável
A Constituição Federal e a legislação agrária brasileira estabelecem as normas e os critérios de desapropriação de imóveis rurais por interesse social para fins de reforma agrária.
12 kb
A reforma agrária no Brasil do século XXI. Seminário Desenvolvimento e Questão Agrária no Brasil.
Apresenta reflexões sobre os custos do programa de assentamentos rurais brasileiros.
199 kb
Análise da Estrutura Fundiária Brasileira
O presente trabalho tem como objetivo a apresentação e descrição da estrutura fundiária do Brasil e de suas regiões, com base nas Estatísticas geradas a partir, dos dados do Cadastro de Imóveis Rurais do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária.
91 kb
As Mentiras do Governo FHC sobre Reforma Agrária
O governo tem se especializado em fazer propaganda e em mentir para a opinião pública.
15 kb
Bancada Ruralista na Câmara dos Deputados
Durante a Assembléia Nacional Constituinte (1987/88), diversos parlamentares agruparam-se para defender as proposições que favoreciam a elite agrária.
95 kb
Brasil: 500 anos de luta pela terra
Neste artigo apresento uma breve leitura da luta pela terra e da resistência camponesa nesses cinco séculos de história do Brasil.
39 kb
Carta do grupo de analise e conjuntura agraria e agricola do cpda
Nos meses de junho e julho de 1999, o governo tentou “imprimir” sua marca, já constatada nos meses precedentes após um início de ano meio caótico.
10 kb
Cédula da Terra e Projeto São José: Estudos Preliminares sobre a Renda familiar e da Capacidade de Pagaemnto de Finaciamentos
Tanto o Programa Cédula da Terra quanto o Banco da Terra têm suscitado importantes e intensos debates nas esferas governamentais e na sociedade civil brasileiras.
1387 kb
Combate à Pobreza Rural
Combate à Pobreza Rural.
212 kb
Desenvolvimento Rural no Ceará e o Projeto Cédula da Terra: Inclusão Social ou um Cavalo de Tróia
Enquanto a cana-de-açúcar se constituía como base econômica de desenvolvimento no nordeste colonial – (a ponto de a Carta Régia de 1701, visando garantir a maior ocupação possível do espaço e da mão de obra escrava, proibir a criação de gado na faixa litorânea até a distância de 10 léguas) – o Ceará, colonizado do sertão para o litoral, teve a pecuária extensiva como sistema agrário responsável pelo processo de ocupação e organização do seu espaço.
106 kb
Diretrizes para uma Nova Política Agrária
Evoluiu bastante nos últimos anos a percepção social sobre as vantagens que podem trazer as políticas públicas de expansão e fortalecimento da agricultura familiar.
92 kb
Evolução recente do preço da terra rural no Brasil e os impactos do Programa da Cédula da Terra
Neste item pretendemos evidenciar a situação e evolução do preço real da terra para o Brasil.
1221 kb
Jungmann divulga Novo Mundo Rural – projeto de reformulação
O ministro de Política Fundiária, Raul Jungmann, divulgou no dia 30 de março para a imprensa o documento Novo Mundo Rural, que trata da reformulação da política de reforma agrária no país.
79 kb
Maranhão: anti-reforma agrária, devastação e concentração fundiária
Desde a realização do I Censo de Reforma Agrária do Brasil, em fins de 1996, o Maranhão tem sido apontado como um modelo de reforma agrária, não só pelo Ministro Jungman, como pela governadora do Estado e técnicos de órgãos fundiários.
37 kb
O projeto-piloto “Cédula da Terra” — comentário sobre as condições sociais e político-institucionais de seu desenvolvimento recente
O projeto conhecido como “Cédula da Terra”, fruto de um acordo entre o Governo Federal e o Banco Mundial, foi anunciado oficialmente no ano de 1996 e efetivamente implantado a partir do ano seguinte, em quatro estados do Nordeste (Maranhão, Ceará, Pernambuco e Bahia) e uma região preferencial em um quinto estado (o norte de Minas Gerais), na forma de um projeto-piloto — portanto, destinado a produzir lições operacionais e um aprendizado consistente, visando a sua possível extensão, posteriormente, ao restante do país(3).
92 kb
O projeto-piloto ‘Cédula da Terra’ — comentário complementar
O relatório principal foi elaborado entre julho e agosto de 1998, a partir de entrevistas e levantamento de dados realizados em três estados do Nordeste onde o “Cédula da Terra” foi implantado, desde o final de 1996, na forma de projeto-piloto, sob o patrocínio do Governo Federal e do Banco Mundial.
11 kb
O que pedem os agricultores e o que podem os governos: mendigar dependência ou proporcionar
Devido a este crescente desequilíbrio entre “o que pedem os agricultores e o que podem os governos”, continuar formulando esgotadas propostas paternalistas – por melhores que sejam as intenções de quem o faça – é uma atitude que causa mais malefício que benefício aos agricultores.
17 kb
Plano Nacional de Reforma Agrária
Para viabilizar um novo modelo de desenvolvimento rural e agrícola será fundamental a implementação de um programa de reforma agrária amplo e não atomizado, isto é, centrado na definição de áreas reformadas que orientem o reordenamento do espaço territorial do país, via o zoneamento econômico e agro-ecológico.
199 kb
Pobreza Rural, Distribuição da Riqueza e Crescimento: a experiência brasileira
Este texto propõe que o foco de uma nova estratégia de desenvolvimento rural para o Brasil seja a expansão e o fortalecimento da agricultura familiar.
75 kb
Pobreza Rural, Distribuição da Riqueza e Crescimento: a experiência brasileira
Este texto propõe que o foco de uma nova estratégia de desenvolvimento rural para o Brasil seja a expansão e o fortalecimento da agricultura familiar.
75 kb
Podem o Tempo e os Mercados Resolver a Questão Agrária?
Altamente desigual, a propriedade de terras que, por muito tempo vem caracterizando as economias da América Latina, teve origem em sua própria história colonial e, por vezes, foi alimentada por políticas que depreciaram o capital.
79 kb
Poder, Distorções, Revolta e Reforma nas Relações de Terras Agricolas
A realização deste trabalho foi motivada pelas investigações acerca da influência que a eqüidade e a eficiência exercem sobre os mercados de venda e arrendamento das terras agrícolas, no mundo em desenvolvimento.
273 kb
Processo de Reforma Agrária e de Desenvolvimento da Agricultura A experiência brasileira
Sofremos as guerras mundiais, formamos nossa cultura recebendo as massas de imigrantes da Europa e da Ásia e participamos da “guerra fria” buscando encontrar espaços para o desenvolvimento.
40 kb
Programa Capacitação Jurídica em Apoio ao Desenvolvimento da Agricultura Familiar e da Reforma Agrária – Proposta para discussão com os movimentos soc
A idéia de realizar um programa de capacitação jurídica para os agentes e beneficiários dos programas de desenvolvimento da agricultura familiar e da reforma agrária teve início a partir das conclusões apresentadas no estudo ORGANIZAÇÕES PRODUTIVAS CAMPONESAS – ALTERNATIVAS DE ORGANIZAÇÃO JURÍDICA.
224 kb
Programa de Capacitação Jurídica para Assentados e Agricultores Familiares – Proposta de Planejamento de Capacitação
Conhecer conceitos jurídicos básicos no intuito de criticá-los, modificá-los e utilizá-los na capacitação de agricultores familiares e assentados da reforma agrária.
36 kb
Programa de Capacitação Jurídica para Assentados e Agricultores Familiares – Proposta de Texto Base da Cartilha do Módulo Reforma Agrária
As cartilhas são materiais didático-pedagógicos para serem consultados a todo momento, como permanente fonte de referência, independente da presença de um profissional da área.
46 kb
Reforma agrária e capacidade de assentamento
A Constituição Federal e a legislação agrária brasileira estabelecem as normas e os critérios de desapropriação de imóveis rurais por interesse social para fins de reforma agrária.
62 kb
Reforma agrária e democracia: a perspectiva das sociedades civis
Desde a realização do I Censo de Reforma Agrária do Brasil, em fins de 1996, o Maranhão tem sido apontado como um modelo de reforma agrária, não só pelo Ministro Jungman, como pela governadora do Estado e técnicos de órgãos fundiários.
240 kb
Reforma Agrária e Desenvolvimento Sustentável
A Reforma Agrária é o instrumento de democratização da riqueza mais eficaz que conhecemos.
3776 kb
Reforma Agrária e Projeto de Construção Nacional
Intencionalmente ou não, o fato é que a abordagem da reforma agrária, tanto na imprensa como até em foros acadêmicos, costuma ser feita de forma equivocada.
30 kb
TEXTO-BASE – LIVRO IMPACTOS DOS ASSENTAMENTOS
O livro “Impactos dos Assentamentos – Um estudo sobre o meio rural brasileiro” se baseia em dados de pesquisa realizada entre janeiro de 2000 e dezembro de 2001, conjuntamente pelo CPDA/UFRRJ (Curso de Pós-graduação em Desenvolvimento, Agricultura e Sociedade/ Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro) e pelo Nuap/PPGAS/Museu Nacional/UFRJ (Núcleo de Antropologia da Política/Programa de Pós-graduação em Antropologia Social/Museu Nacional/Universidade Federal do Rio de Janeiro), com financiamento do NEAD/IICA.
45 kb
Avalie

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *